7 de dezembro de 2014

Proposta para tirar o Recife e Pernambuco do atraso

Finalmente, depois de tempos perdidos com promessas infrutíferas, descobriram o mistério que trava o desenvolvimento de Pernambuco, foi aprovado um documento denominado Estudo Pernambuco 2035, ponto básico pelos próximos 20 anos. A educação fundamental, considerada a pior do país, deve receber reforço com a introdução do tempo integral nas escolas públicas. As rodovias, principalmente a BR-232, um dos calos do progresso, deverão buscar alternativas partindo para as concessões e Parcerias Público-Privadas para fugir das péssimas condições de trafego. A interiorização do desenvolvimento visa extinguir a velha política da guerra fiscal para tornar o Agreste e o Sertão também atrativos e competitivos, fora a Região Metropolitana do Recife que concentra 65% do PIB estadual. Este projeto alerta sobre a necessidade da luta pelo fortalecimento das instituições, a abertura do diálogo com a sociedade,  a fim de reduzir a longa lista de carências e necessidades que se abate sobre a maior parte da população pernambucana. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE