26 de janeiro de 2015

Além de demorada, serviço de péssima qualidade

Vários trecho do canteiro divisor de pista do corredor Leste/Oeste da Avenida Caxangá, bairro do Cordeiro, cuja construção anda a passo de tartaruga e ninguém sabe quando as obras vai ter um final feliz, está com o piso feito de pedras portuguesas se largando do chão, comprovando que a obra além de lenta, está sendo mal feita. É preciso que as pedras sejam repostas novamente, e que os serviços continuem para satisfação dos contribuintes que pagam altos imposto, mas na realidade não se ver resultado. Um outro detalhe é que: Raramente se ver um operário trabalhando na obra. Simplesmente sumiram e esperamos que não tenha sido para sempre. Voltem por favor para terminarem o serviço de uma vez por todas. Foto: Amanda Alves Ferreira. Recife/PE