1 de janeiro de 2015

Clubes de futebol no vermelho

As más gestões, as magras receitas, contratações erradas e custos astronômicos levam os clubes ao aperto financeiro. Acumulando dívidas e ameaças de penhora de bens. Os clubes demonstram desconhecer a regrinha básica de política de gastos para evitar o desequilíbrio orçamentário e o atraso de salários. No Recife, a situação de Santa Cruz, Náutico e Sport é semelhante. As dívidas trabalhistas são altíssimas. Dos três, apenas o Sport apresenta situação mais confortável. Embora tenha eliminado mais de seis mil sócios por inadimplência, o rubro-negro está prestes a quitar o passivo trabalhista. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE