6 de março de 2015

Baixa produtividade, mas é preciso reagir

A balança comercial perde propulsão. Fica à deriva, de novo. Repete o resultado negativo de janeiro, quando as importações do país foram novamente maiores do que as exportações. No acumulado do primeiro bimestre de 2015, o saldo comercial é negativo em US$ 6 bilhões. Desde fevereiro de 1980, o Brasil não registrava outra negra situação. Foi exportado o equivalente a US$ 25,7 bilhões, contra importações de US$ 31,8 bilhões. Por ser período de entressafra de grãos, férias coletivas, baixa produtividade e época de renovação de estoques, janeiro costuma apresentar baixos resultados. Mas, precisa reagir. Foto: Arquivo. Carlos Ivan. Olinda/PE