24 de março de 2015

Promessa do governo, dificilmente será cumprida

O atual Governo de Pernambuco prometeu dobrar, em quadro anos, o salário dos professores estaduais. Para que isso seja possível se faz necessário um reajuste anual de, aproximadamente, 25% nos vencimentos dessa categoria até o fim do mandato. Porém, o reajuste oferecido para 2015 foi de 0,89% para a maior parte dos profissionais, desrespeitando o percentual de 13.01% concedido pelo Ministério da Educação e assegurado pela lei do Piso Salarial Nacional da categoria. Em quatro anos, repetindo-se a média dessa proposta (0,89%), os valores atuais receberiam um incremento de 3,56%, número bem distante dos 100% prometidos no período eleitoral. Tal fato, aliado às condições de trabalho sofríveis em muitas unidades de ensino, opressão aos professores e desrespeito aos alunos, torna a paralisação dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco um fato iminente. Foto: Albênia Silva. Márcio Vilaça. Recife/PE