28 de abril de 2015

Cortes no orçamento é uma ideia mesquinha do governo Dilma

O ano mal começou e já pagamos  mais de R$ 589 bilhões de impostos, sem falar nos aumentos exorbitantes nas contas de energia, de água, de telefone, dos planos de saúde e tantos outros compromissos que somos forçados a assumir. Infelizmente, temos que nos virar para dar conta de tantos gastos, porque se aguardamos as compensações dos governos estamos frito. Sinceramente, não sei até onde iremos suportar o fato da população estar sempre em segundo lugar nos planos e obrigações do governo, que foi eleito para nos servir oferecendo educação, saúde, infraestrutura e outros serviços com qualidade. Nossa contribuição estão sempre aumentando, inflando a arrecadação. Daí vem o Governo Federal e, em vez de otimizar os custos de casa, resolve cortar em R$ 7 bilhões em investimentos nos três primeiros meses do ano. Todos sabem das dificuldades econômicas que enfrentamos, mas também sabemos o tamanho da desorganização, dos interesses e da má vontade política em reverter os benefícios de cada centavo que saí dos nossos bolsos. Foto: Firmino Caetano Junior. Jamille Coelho. Jornalista