8 de junho de 2015

Ser ou não ser, a favor da menoridade penal?

Ser ou não ser a favor? É claro que ninguém tolera a violência, mas no caso do menor de baixa renda, fica a polêmica questão: somos ou não responsáveis pela educação deles? A pobreza é o primeiro fator produtor da mente juvenil delinquente. E não em geral, é claro. Na Índia, por exemplo, apesar de ser um país pobre, tem lei de menoridade penal, no entanto o índice de criminalidade na faixa etária abaixo de 18 anos é baixo. Nos países  desenvolvidos, o índice é menor porque existe a qualidade de educação essencial desde a fase pré-escolar. Na realidade, no Brasil, há muito tempo que já deveria existir a lei da menoridade penal. A questão será de como aplicá-la adequadamente. Não é só prendendo um menor que se recupera seu status, mas sim, investir contra a pobreza e nos presídios chamados de "ressocialização!". Foto: Funase. Breno dos Santos. Gravatá/PE