28 de setembro de 2013

A Oi testa o cartão recarregável

O orelhão há muito tempo deixou de ser usado pelo grande público, mas tem pessoas que ainda utilizam o aparelho. Pensando nisso e na tentativa de renová-los, a operador de telefone celular e fixo Oi começou a testar, no Recife, o cartão recarregável. Com a nova tecnologia, a operadora proporciona tarifas reduzidas aos clientes na Capital, que fazem chamadas DDD para todo o Brasil a preço de ligação local. O cartão está à venda em versões de R$ 3, R$ 5 e R$ 10 reais e pode ser recarregado com valores a partir de R$ 1 real. A economia por chamada é a grande aposta da Oi para ressuscitar os orelhões. Segundo informação da empresa, as ligações locais e DDD para celulares, por exemplo, saem por R$ 0,80 o minuto, o que representa economia de até 47% em relação à tarifa das chamadas para celular de outros estados usando o cartão convencional. O cartão dá sequência a outras iniciativas da Oi que tem o objetivo de revitalizar os telefones públicos. Em 2012, a operadora, na cidade de Florianópolis, lançou o orelhão que oferece acesso gratuito à internet por tecnologia wi-fi. Em janeiro deste ano, a Oi lançou em diversos estados do país a promoção que permite ligar gratuitamente de orelhões para telefones fixos da companhia, o que fez om uso dos orelhões dobrar em várias cidades. Fica porém um questionamento: Será que os vândalos irão deixar? Como se sabe diariamente vários desses aparelhos são depredados em todo país, e ninguém é pego, que não deixa de ser um verdadeiro mistério. Será que vai dá certo isso? Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE