17 de novembro de 2013

Passeio perigoso: Se o barco afundar?

Os passageiros de muitos barcos que fazem a travessia do Cais do Porto do Recife até o Parque das esculturas Francisco Brennand, monumento que diga de passagem precisa urgente de conservação,  não usam salva-vidas na ora da travessia, mesmo tendo este tipo de material para segurança dos passageiros e também dos turistas que o visitam. É bem verdade e já dito que estes barcos não são obrigados a exigir que os passageiros usem. Já na estaria na ora da administração do Porto do Recife obrigar os passageiros usarem os coletes e assim evitando acidentes e com vítima (as) fatais, pois a profundidade do local é muito grande e um perigo para quem não sabe nadar. O barco afundando vai ser o maior sufoco. A foto flagrante é de Adriane Andrade. Recife/PE