31 de janeiro de 2014

A distorção educacional

O Brasil estar em 8º lugar no ranking de analfabetos adultos, vale a pena se ressaltar que esses adultos, na maioria, habitantes da zona rural, são os que mais se encontram na condição de "analfabetos”, pois a maioria das contratações de professores do município são feitas por apadrinhamento político, mesmo tendo feito concurso público. E muitos professores ficam fora dos critérios e programas de valorização e capacitação conforme o Plano Nacional de Educação.  Existe também nos trabalhos rurais em pequenas cidades, onde adultos e crianças passam mais tempo fora da escola, trabalhando, e deixando de ter freqüência regular, e a própria falta de interesse das autoridades municipal na questão. E mesmo no programa do “Bolsa Família” não se conseguiu atingir seu objetivo com plenitude. Para alguns políticos, “mais vale ter um analfabeto não mão do que dois alfabetizados voando!” Foto: Heitor Scalambrini Costa. Breno dos Santos. Gravatá/PE