20 de maio de 2014

Desconforto no Metrô

É impressionante o quanto piora cada vez mais a situação mobilidade urbana e os locais para atendimento ao público, quando se fala de trem/estação/CBTU. Passo a semana toda pegando trens lotados (comumente chamados de metrôs pela população) no bairro de Prazeres, na cidade do Jaboatão dos Guararapes e estação Joana Bezerra, no Recife. Para piorar, é comum nos deparamos com estações sem elevadores ou sem escadas rolantes funcionando. E, para complicar e irritar mais ainda, é comum o comércio informal de tudo que é possível e impossível vender dentro dos trens da linha Sul (Recife/Cajueiro Seco) e Recife/Jaboatão. Chega de metrôs lotados e quentes (principalmente nos trens velhos que vão no sentido Jaboatão e/ou Camaragibe) que, somados à venda ambulante engrossam o serviço inadequado e ineficiente que a CBTU nos oferece há anos. Até quando vamos viajar em estações e trens lotados, sujos e sem oferecer o mínimo de conforto? E quando irão diminuir, de fato, os intervalos nem sempre respeitados, em algumas linhas, mais os problemas operacionais? Quando irão fiscalizar e corrigir tais falhas denunciadas pela população que sofre todos os dias com esses transtornos? Foto: Firmino Caetano Junior. Jardson Alves Lemos. Jaboatão dos Guararapes/PE