22 de maio de 2014

Manifestação de rua pode dá cadeia

O Ministério Público do Estado de Alagoas (Segundo a Folhapress) solicitou ao comando da Polícia Militar, que os protestos que venham a fechar ruas sejam coibidos, se necessário com uso da força. Quem não obedecer às ordens de liberação das vias poderá ser detido. Foi solicitado também ao comando-geral da corporação que a Polícia Militar adote medidas que impeçam a obstrução das vias e, nos casos de desobediência, que seja efetuada a prisão em flagrante do transgressor. A partir de então, os militares que estiverem nas ruas já deverão seguir o que determinou o Ministério Público. É que os protestos têm provocado uma série de transtornos para os cidadãos que ficam impedidos de chegar ao trabalho ou resolver situações de seu interesse pessoal. O objetivo desta medida é para garantir o direito de circulação da população. Fica a pergunta: Por quê então o Ministério Público de Pernambuco, não faz também uma solicitação à nossa Polícia Militar, para que está medida também seja adotada não só no Recife como no interior do estado? Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE