8 de junho de 2014

Crack no Cabo de Santo Agostinho

O crack está na ordem do dia. E colorindo de tristeza a Cidade do Cabo de Santo Agostinho, no Estado de Pernambuco. Destruindo parcela significativa da mocidade, onde se vê a perambular passos trêmulos e incertos, pelas ruas, vielas, praças (foto) e avenidas do município, grupos de adolescentes maltrapilhos, maquetes, trapos humanos, representantes do descaso da sociedade e da omissão e equidistância do pode público local que faz ouvido de mercador aos reclamos justos da população. Que vergonha para uma cidade do porte e da grandeza do Cabo! Que políticos são esses, que relegam a um plano inferior o maior e melhor capital de que dispõe o Município e o País? Soube que, entre esse contingentes de jovens corrompidos pelo vício da droga, que há uma adolescente que é minha sobrinha. É com lágrimas e comovido que digito esta nota. E clamando ao Altíssimo que derrame Sua Graça e Misericórdia sobre essa nova geração. Foto: Firmino Caetano Junior. José Benigno. Recife/PE