6 de junho de 2014

Violência epidêmica

Segundo dados divulgados no Mapa da Violência 2014 com dados do ano 2012, o Brasil quebrou o recorde em número de homicídios e alcançou 56.337 mortes, ou seja 5 vezes mais mortes do que um ano de guerra no Iraque. A sociedade brasileira precisa atentar para os fatores que geram essa violência epidêmica e gratuita cobrando soluções e participando ativamente na construção de uma cultura de paz. Qualquer pessoa atenta na mídia consegue concluir que os principais fatores nos homicídios estão ligados às drogas, latrocínios e são cometidos por criminosos reincidentes, ou seja poderiam ter sido evitados se o Estado descriminalizasse as drogas e as considerassem como problema de saúde, evitaria os latrocínios permitindo que o cidadão portasse armas de fogo e retiraria de circulação os reincidentes através de um sistema penal que mantivesse o marginal efetivamente preso. Assim, é inconcebível que os candidatos nas eleições 2014 prefiram investir nesse  sistema falido, desumano e corrupto, ignorando a necessidade de debates sobre as diversas experiências bem sucedidas mundo afora, algumas recomendadas pela ONU, que reduziram os índices de homicídios e criminalidade. Foto: Blog Ageste Violento. Daniel Marques. Virginópolis/MG