27 de setembro de 2014

Água se acabando: Falta incentivos para plantio de florestas

Só agora com a diminuição geral das reservas de água doce e a drástica diminuição das chuvas para as pessoas, governos e até a ONU resolveram discutir e procurar soluções para esse grave e urgente problema. Por muitos anos pessoas desinformadas apregoaram que o plantio de eucalipto era o vilão que secava as águas, atualmente estudos e a observação cuidadosa demonstram exatamente o contrário, pois o eucalipto plantado respeitando a legislação ambiental promove a conservação dos manaciais e a formação de umidade no ar. Entre os inúmeros benefícios das florestas de eucaliptos ressalto a preservação das reservas nativas, a formação de corredores ecológicos, nos quais os animais silvestres e todo o ecossistema se intercomunicam, dificulta a caça, a pesca e a exploração predatória de recursos naturais, há prevenção e combate em caso de incêndios florestais impedindo sua proliferação por vastas áreas e conserva o solo da erosão. O poder público e privado deveriam subsidiar e incentivar o plantio de florestas, sendo esse o único modo de garantir uma terra habitável para as gerações futuras. Foto: Fernando Melo. Daniel Marques. Virginópolis/MG