20 de setembro de 2014

Mais aumento na conta da energia e onde vamos parar desse jeito?

Quando você pensa que a situação não pode ficar pior. Lá vem mais uma notícia para prejudicar o consumidor. O Banco Central subiu e 14% para 16,8% sua estimativa de reajuste dos preços da anergia elétrica nesta ano. Vale ressaltar que a alta já é mais do que o dobro do que havia sido estimado pela instituição no inicio deste ano. Em janeiro, a previsão de aumento era de 7,5%. Em abril, 9,5%, depois foi para 11,5% e 14%. O problema é que ainda faltam três meses para terminar o ano. E como a escassez de chuvas para abastecer as hidrelétricas, só devemos nos preparar para mais e mais aumentos. O governo, que não aporta R$ 1 sequer no setor, já avisou que a ajuda às distribuidoras pode atingir R$ 17,8 bilhões. O valor nos será cobrado em 2015. Foto: Firmino Caetano Junior. Fonte: Jamille Coelho. Editora de Economia do Jornal Folha de Pernambuco.