13 de outubro de 2014

Descaso na Farmácia Popular do Brasil

Estive no último dia 10 de outubro em uma das Farmácias Popular do Brasil, na cidade de Olinda, Estado de Pernambuco, para receber como vinha fazendo todos os meses, os seguintes medicamentos: Captopril e Cloridrato de Propranolol (controle da pressão arterial) e Cloridrato de Metformina (controle da taxa de açúcar no sangue) diante da apresentação de um receituário médico. Quem não sabe a receita perde a validade após 120 dias da prescrita feita por um profissional de saúde. É bom lembrar que os remédios só são fornecidos nos dias corretos. Não adianta ir antes que as Farmácias não libera os medicamentos. Acontece que ao apresentar a receita à atendente da Farmácia com data de prescrição de 10.06.2014 validade até 10.10.2014, fui informado que o prazo já tinha sido vencido dois dias antes. Ou seja: no dia 08 de outubro. Liguei para o SUS e fui informado que o prazo tinha se vencido realmente, em razão que durante este período de 120 dias, teve dois meses marcando 31 dias no calendário, e por isso a diferença dos dois dias. O certo seria ter ido apanhar os remédios no dia 08.10.2014. Fico a perguntar? Como iria saber que as coisas funcionam desse jeito se nada avisam? Outro detalhe: Se fosse no dia 08, a Farmácia não teria liberado os remédios, sobre alegação que o dia correto seria dia 10, seguindo a prescrição medica. É ou não um descaso uma coisa dessa? A quem apelar neste caso? Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE