6 de outubro de 2014

Poucos ônibus circulando e haja falta de respeito com eleitores

No dia de ontem (05.10) a falta de ônibus por toda a cidade do Recife, foi uma coisa fora do comum, em um dia que não deveria faltar o Transporte Público, pois as pessoas em sua maioria precisavam deste meio de transporte para se locomoverem aos lugares onde estavam as urnas eletrônicas, para dá o seu voto nos candidatos de sua preferência. Entretanto, as filas eram enormes na maiorias das paradas e terminais integrados, com eleitores esperando o ônibus que só apareciam depois de longa espera, com intervalos que chegava a 20 minutos de um para outro. Um dos coletivos que mais demorou à passar foi os da BRT (Ônibus Rápido no Trânsito) que aliás só circulou com uma de suas duas linhas em operação, que foi a de número 2450 (Camaragibe/Centro). Quando passava pelas paradas da Avenida Caxangá, era tanta gente dentro que ninguém conseguia subir. Afinal, porque neste dia de grande importância para todo o eleitor brasileiro, os empresários retiraram os ônibus de circulação? É ou não estranho isso? Com explicar? Com a palavra o Grande Recife Consórcio de Transporte. Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE 
GRANDE RECIFE CONSÓCIO DE TRANSPORTE RESPONDE: O dia (05/10) a maioria das linhas operaram com plano de sábado, que possuem frota e viagens maiores que o plano de domingo em quase a sua totalidade. Além disso, a Caxangá está em reforma o que dificulta a circulação de veículos, mesmo no final de semana. Ouvidoria do Grande Recife Consórcio de Transporte