28 de outubro de 2014

Um perigoso veículo de duas rodas

A moto é um excelente veículo. Facilita andar no pesado tráfego da cidade. As costuram furam os engarrafamentos, permitindo ao motoqueiro chegar rápido ao destino. No entanto, a quantidade de pessoas feridas e mortos em decorrência de acidentes no trânsito preocupa. Segundo dados do Comitê de Prevenção de Acidentes de Moto, entre 2001 e 2012, morreram 5.080 pessoas em Pernambuco. Impressionante também é o registro de feridos e sequelados. Dos sobreviventes com acidentes com motos, 25.400 carregarão para toda a vida as marcas da imprudência. Terríveis sequelas pelo corpo que jamais se curam. Os dados mostram o tamanho das tragédias que custaram ao Brasil em 2011 a bagatela R$ 10,6 bilhões, provenientes de despesas com internação hospitalar, resgate das vítimas, remoção dos veículos envolvidos, danos ao mobiliário urbano, à sinalização de trânsito, de atendimento policial e de agentes dos Departamentos de Trânsito. Embora estejam livres de fiscalização, as cinquentinhas são as que mais preocupam, pois a quantidade de acidentados vem crescendo assustadoramente. Foto: Julio Ferreira. Carlos Ivan.Olinda/PE.