12 de novembro de 2014

Metrô do Recife, deixa muito a desejar e só vive causando transtorno

O rápido crescimento das cidades dificulta a locomoção de pessoas. Para facilitar a mobilidade, evitar congestionamentos no trânsito e transtornos aos passageiros, implantam modernos meios de transportes públicos.  No mundo, por conduzir maior quantidade de usuários a preços módicos, o metrô é o mais eficiente meio de transporte.  O metrô de Londres é o mais antigo. Inaugurado em 1863 e com linhas que chegam a medir 408 quilômetros de extensão, interligados por mais de 260 estações, o metrô londrino transporta mais de 3 milhões de usuários por dia, em 4.134 vagões se esmera na prestação de um bom nível de serviço.  Enquanto isso, o descaso no Metrô do Recife irrita os passageiros. Inaugurado em 1985, contando somente com 29 estações ao longo de 71 quilômetros de linhas e transportando apenas 400 mil pessoas por dia, peca por omissão.  A começar pela insegurança no sistema, o vandalismo, os arrastões, os assaltos e os roubos que inquietam.  Para piorar a situação, na estação Tancredo Neves, uma das escadas encontra-se interditada, sobrecarregando a outra, em atividade. O único elevador, por falta de ascensorista, não funciona. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE