21 de novembro de 2014

Perigo do lixo hospitalar

A maioria das cidades pernambucanas não realiza um descarte correto aos resíduos do serviço de saúde. Todo tipo de material utilizado em procedimentos médicos, até mesmo em cirurgias, acabam sendo despejados em lixões a céu aberto, causando riscos a saúde e ao meio ambiente. Um verdadeiro descaso e falta de respeito à vida do povo. Esses locais utilizados como lixões se tornaram uma bomba de contaminação, oferecendo condições favoráveis para a infestação de ratos, baratas e insetos, e consequentemente a proliferação de doenças as mais diversas e algumas leva à óbito. Estamos numa situação de alerta para a saúde pública. Cadê a fiscalização para atuar quem joga este tipo de poluição nos lixões? Foto: Fernando Melo. Igarassu/PE