20 de julho de 2014

Transnordestina e o Porto de Suape

A Ferrovia Transnordestina  foi iniciada em 2006 e deveria estar pronta em 2010. Diversos fatores desde licenças ambientais e politicagem fizeram com sua inauguração fosse prorrogada para 2016. Esse atraso foi muito criticado principalmente por aqueles que nunca iniciaram uma obra como essa. Bastou entretanto que houvesse um sinal que ela iria finalmente ser inaugurada, para que o Grupo Bemisa, que está investindo R$ 3,4 bilhões na implantação de uma mina de ferro no sul do Piauí, iniciar o fechamento de um contrato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres, para levar o minério de Paulistana (PI) para o Porto de Suape, em Pernambuco. Outra opção é pagar pelo uso da ferrovia e usar trens próprios. Bem como não somos alemães nem suíços, é melhor ter uma obra de importância vital para o nordeste, que atrasou seu cronograma seis anos, do que aquelas que até hoje ninguém começou. Foto: Compesa. Edson Campos E Silva. Recife/PE