1 de setembro de 2013

R$ 722 para o povo e R$ 30 Mil para ministros

Já anunciado pelo governo federal a previsão de aumento do novo salário mínimo que começa a vigorar em janeiro de 2014 no valor de R$ 722,00. Enquanto o aumento não chega, daqui para lá quem quer apostar que os supermercados, o comércio, industria etc, não vão aumentarem os preços dos seus produtos? Digo isso porque todo ano é a mesma coisa. Só basta anunciarem este aumento de fome com antecedência, que os gananciosos e que pensam que vão levar suas riquezas dentro do caixão para o céu ou inferno quando morrer, e pela falta de punição, botam para quebrar em cima dos trabalhador brasileiro, que quando recebem este "aumento", a infração já tem levado tudo e a situação fica pior do que estar. Enquanto isso, os ministros do Superior Tribunal Federal (STF), tendo com autor o seu presidente ministro Joaquim Barbosa, enviou um projeto de lei a Câmara dos Deputados, solicitando a elevação dos seus salários para R$ 30.658,00. Já o procurador-geral da República também quer aumento de salário para R$ 30.658,00. E fica a pergunta no ar? Para que tantos aumentos? Quem vai pagar a conta, que diga de passagem, serão aprovados pelos deputados em troca de vantagens. Ou será qie estou errado? Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE