14 de dezembro de 2014

O Sistema Prisional do Brasil é uma vergonha

O tempo avança. A tecnologia moderniza o mundo, transformando ideias e costumes. No Brasil, infelizmente, o sistema carcerário passa por um momento de intensa precariedade. A ineficiência toma conta dos presídios. O descaso do poder público permite que as prisões sejam superlotadas, impregnadas de mazelas. A desestruturação do sistema faz com que a sociedade perca a credibilidade na prevenção e na reabilitação da pessoa condenada. A degradação é tão grande que não existe outra saída senão tornar as penitenciarias brasileiras como verdadeiras escolas da criminalidade. Em Pedrinhas, no Maranhão, a disputa entre facções criminosas pelo comando do tráfico de drogas tem causado mortes e depredações no presidio, No Complexo Prisional do Curado, um dos seis piores do Brasil, o déficit de vagas, a falta de água, o desconforto, o péssimo atendimento médico, a alimentação de terceira qualidade, as torturas e a falta de atividades esportivas e educacionais pressionam o preso para a violência.  Como não reeducam, plantam rebeliões. A Holanda, copiando o exemplo da Alemanha e da Dinamarca, vai cobrar diárias dos presos. Comer, beber, dormir e receber visitas íntimas de graça, lá. Nem pensar. Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE